ESPAÇO ERVA VIDA E A EMANCIPAÇÃO DAS MULHERES PESCADORAS DE MARUDÁ, MARAPANIM - PA

Maurícia Melo Monteiro, Antônio Jorge Ataíde Souza, Nayana Véras Jardim de Oliveira, Wagner Luiz Ramos Barbosa

Resumo


Este artigo discute a prática da fitoterapia popular entre pescadoras no município de Marudá-Marapanim, nordeste do Estado do Pará - Brasil; e alude a uma parte da história deste grupo de "erveiras", denominado Erva Vida, nascido numa comunidade piscatória, originalmente devido ao declínio desta atividade. A prática tornou-se uma alternativa de ocupação para complementação de renda, uma vez que os remédios artesanais à base de ervas passaram a ser comercializados na casa Erva Vida (Espaço). Com base nos conceitos de Etnofarmácia e nas projeções da Organização Mundial da Saúde (que) os autores discutem como a prática das "erveiras" contribuiu para o desenvolvimento local. Este trabalho considera ainda a relação entre os recursos naturais regionais e os saberes locais, na realidade amazônica, e como ambos interagem sob a ação dessas mulheres, provocando o fortalecimento do seu Grupo, a partir de variáveis como liberdade, visibilidade, segurança, autoestima e capital social.

 

PALAVRAS-CHAVE: Etnofarmácia, Fitoterápicos, Desenvolvimento local.


Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, W.L.R. (Org.) et al. Etnofarmácia: Fitoterapia popular e Ciência Farmacêutica. Belém: NUMA/UFPA, 2009.

_______________. Aproveitamento Farmacêutico da flora como instrumento de preservação cultural e ambiental. Poematropic. Belém, n.1, p. 43-45, jan./jul. 1998.

BENSON, H. Medicina Humanista (the mid body effect). São Paulo: Editora Brasiliense. 1980.

BRASIL, Lei nº 8080, de 19 de setembro de 1990a. Disponível em: http://www.saude.gov.br Acesso em: 10 jan. 2011.

_____, Lei nº 8142, de 28 de dezembro de 1990a. Disponível em: http://www.saude.gov.br Acesso em: 10 jan. 2011.

_____, MS elabora Relação de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS. 2009. Disponível em: http://www.saude.gov.br Acesso em: 10 jan. 2011.

_____, Constituição Federal. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 10 jan. 2011.

CAPES. The Journal for the Study of Medicinal Plants. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2011.

DIEGUES, A. C. S. O Mito Moderno da Natureza Intocada. São Paulo: Hucitec, 1998.

FERNANDES, T.M. Plantas medicinais: memórias da ciência no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2004.

FERRAZ, A. A medicina internacional do século II ao século XVI. História da medicina. Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, 2005.

LEUZINGER, M.D. Natureza e Cultura: direito ao meio ambiente equilibrado e direito culturais diante da criação de unidades de conservação habitadas por populações tradicionais. 2007. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável), Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

MAUÉS, R.H. e VILLACORA, G.M. (Org.) Planejamento e Religiões na Amazônia. Belém: EDUFPA, 2008.

MORAES, S.C. Uma arqueologia dos saberes da pesca: Amazônia e Nordeste. Belém: EDUFPA, 2007.

SAÚDE, 10º Conferência Nacional de Saúde. 1996. Disponível em: http:www.saude.gov.br/portal/saúde/cidadão/acesso em: 10 jan. 2011.

_____, 12º Conferência Nacional de Saúde. 2003. Disponível em: http:www.saude.gov.br/portal/saúde/cidadão/acesso em: 10 jan. 2011.

_____, Portaria nº 971 de 03 de maio de 2006 – Aprova a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde. Brasil, 2006. Disponível em: http://bvsms.gov.br. Acesso em: 10 jan. 2011.

_____, Conselho nacional de. 8ª Conferência Nacional de Saúde. 1986. http:www.saude.gov.br/portal/saúde/cidadão/acesso em: 10 jan. 2011.

_____, Ministério. Proposta de Política Nacional de Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos. Brasília: 2011.

_____, Organização Mundial de. Cuidados Primários de Saúde. Alma Ata 1978, Genebra, 1998. Disponível em: afrolib.afro.who.int/RC/RC51/PT/afrrc51RT.1.pdf

SOUZA, A.J.A. Uso de Plantas Medicinais no Município de Benevides/Pará: Elaboração do Memento Fitoterápicos e Construção da Política Municipal de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Dissertação (Mestrado em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia) – Núcleo de Meio Ambiente, Universidade Federal do Pará. Belém: 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN online 2595-9239